sexta-feira, novembro 11, 2005

TENHO TANTO SENTIMENTO


TENHO TANTO SENTIMENTO
(Fernando Pessoa)

Tenho tanto sentimento
Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.
Temos todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.
Qual porém é a verdadeira
E qual a errada, ninguém
Nos saber á explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

15 comentários:

Amaral disse...

Fernando Pessoa é um caso aparte da nossa poesia. Tanto sentimento que ele sentia que necessitava extravasá-lo para o papel. E recorda que ele nasceu em 1888 e cresceu numa época em que não se discutiam assuntos que hoje estão na ordem do dia. Sentimentos e pensamentos são coisas que António Damásio anda, nos dias de hoje, a vasculhar pelo cérebro humano...

António disse...

Os textos são bons!
Mas gostaria mais que colocasses textos (em prosa ou em poema ou uma mistura dos dois) teus.
As fotos são bonitas e eróticas (algumas).

Obrigado pela visita ao meu blog.
Mas tens de ler outra vez!
Mais devagarinho.
Então não sabes quem escreveu a carta anónima?
ai ai ai

Beijinhos

Fernando Rozano disse...

Fernando Pessoa é meu poeta de cabeceira, impossível ficar sem lê-lo pelo menos uma vez por dia e sempre há um mundo novo abrindo-se. Um belo post. beijos.

terragel disse...

SU, desde quando comecei me interessar por poesia, comecei a ler Fernando Pessoa, por isso sou apaixonado por sua obra. Gosto da maneira inteligente que ele expõe seus sentimentos, com ele eu percebo que não é só ele, que estou no poema fazendo parte de algum jeito no mesmo sentimento, compartilhando aquele momento. Lendo esse poema estou certo que o meu sentimento de hoje, é ezatamente igual ao dele, por isso fica mais fácil dizer o que sinto atraves dele. Entendo porque tu colocastes esse texto, porque ficou mais fácil pra vc dizer o que querias com as palavras do Fernando Pessoa, por isso te parabenizo pela tua sabedoria e felicidade na escolha de tão sublime poeta.
Bom fianl de semana e Bjs

dulce disse...

Su essas palavras de Pessoa são tão verdadeiras ... vieram ao meu encontro e dizem o meu pensar, mas de uma forma que só Pessoa o diria.
Um bom f semana para ti
(Já agora diz-me de q livro é esse excerto)
Beijocas.

Mocho Falante disse...

Ora este fim de semana, li aqui na blogoesfera apenas bons exemplos de poesia, e aqui está mais um

parabens

wind disse...

Este poema de FP é o máximo! Diz tanto em tão pouco. beijos

sem cantigas disse...

pois q divisão dificil!

Su disse...

amaral...sentimentos/sentires passados para o papel

antonio ...merci, tenho de ler pois, eu escrevi e q tinha lido ! correndo, voltarei...

fernando rozano....só fpessoa

terragel....amo fp

dulce...é isso amiga, as palavras q ele diz, são o q nós sentimos

mocho falante..merci

wind.. para mim fpessoa, é a intensidade, sempre

sem cantigas...é a vida vivida e a imaginada

jocas maradas per tutti

António disse...

Muito bem!
Agora vais apreciar devidamente a obra-prima!
eh eh eh

Eu já estou a fazer o segundo post de um conjunto de dois (eventualmente três) com histórias engraçadas e verídicas passadas comigo em S. Tomé e Príncipe.
Chama-se:
"Pelos caminhos de S. Tomé"

Beijinhos

pipetobacco disse...

{ ...

hoje deixo.um.mimo:

tentativas (para um só poema)

teus lábios convertem o pólen no mel que saboreio.
oiço a frescura dos teu sons, em teu corpo,
que balançam no vento dos meus abraços.
sinto o aroma flor do teu corpo, que necessito,
notei que timidamente perdias folhas em prazer
...
teus lábios em pólen
sabor a mel
frescura de teus sons
aroma flor
em vento e abraços
folhas de prazer
...
oiço a frescura do teu sorriso
dou largas aos sons dos teus lábios
que saboreio em mel e odores
em balanços do teu corpo flor
sentado no jardim do teu sorriso
já nada sinto estranho e dor
de teus seios sinto flores
em teu leito me entranho

© biquinha *in (rascunhos em papel rasgado)

... }

Su disse...

pipetobacco... gostei de ler, gostei do mimo, gostei da tentiva

jocas maradas per te

AS disse...

Pessoa está para além da poesia... Por isso mesmo, como verdadeiro génio, será sempre controverso.

Um beijo grande

Su disse...

frog...tu és um génio com tuas palavras; eu sou controversa :)))
jocas maradas per te

SMM disse...

Lindo blog! Gostei muito! Se puder me visite, http://sindromemm.blogspot.com