terça-feira, novembro 15, 2005

Gostaria....


Gostaria de falar de ti como se fosses uma nave

Como se fosses uma cortina branca no meio de uma noite
com palavras muito gastas e milhares de poemas
tão cansadas que ninguém pudesse pensar em roubar-te

Gostaria de falar de ti com as palavras inúteis da felicidade ...

Mas sinto que hoje recusas o arrepio;
o sorriso que mando à frente só encontra o deserto

Egito Gonçalves

11 comentários:

sonia disse...

olha que bonitas palavras.
beijinhos

wind disse...

Lindo:) A imagem é bela!bjs

cm disse...

sentir...as vezes doi..mas pressupõe vida e daí esperança

Aromas Do Mar disse...

Ai como eu gostaria tanto de falar de tanta coisa podendo desviar a cortina ;)

Beijokas da mar revolto

terragel disse...

SUSANA, através da eternidade de tuas palavras reciclada em todas as direções amorosas e apaixonadas possíveis, em palavras de todo o mundo, até a de teu amor, tu foi preparada e presa a ele, e assim vais continuar por toda a eternidade. Vocês dois e o ar são pequenas partículas que ficarão girando juntos.
Um grande abraço e Bjs

Delírio da Loirinha disse...

Olá Su!
Vim retribuir a tua visita... Adorei o teu blog... Também te vou linkar!
Beijinhos doces e até breve

AS disse...

Será que também nós não estivemos em algum momento distraídos?

Um beijo

mfc disse...

Alturas há em que o eco não se ouve... e nós persistimos, apesar de tudo.

Su disse...

sonia......as palavras são lindas

wind...a imagem é bela

cm..doi sim sentir...

mar revolto/mar azul...desvia a cortina, vá lá:)

terragel...gostei de ler.te

delirio de loirinha...merci

frog... eu passo a vida distraída:)

mfc...eu persisto:)



jocas maradas per tutti

Assim disse...

Quem escreve gosta de ser lido por quem transcreve como tu, Parabéns!...

mgbon disse...

Como eu entendo esta linguagem!...