domingo, novembro 13, 2005

sou...


“Sou uma céptica que crê em tudo, uma desiludida cheia de ilusões, uma revoltada que aceita, sorridente, o mal da vida, uma indiferente a transbordar de ternura. Grave e metódica até à mania, atenta a todas as subtilezas de um raciocínio claro e lúcido, não deixo, no entanto de ser uma espécie de D. Quixote fêmea a combater moinhos de vento, quimérica e fanática, sempre enganada e sempre a pedir novas mentiras à vida, num “elan” de mim própria que não acaba, que não desfalece, que não cansa.”
Florbela Espanca

25 comentários:

Clitie disse...

Este texto é assim...verdadeiro!

Bjks e bom domingo.

wind disse...

Por ela ter sido assim é que se suicidou. Pena:(((

marakoka disse...

clitie....é sim verdadeiro/vivido/sentido

wund ..eu sou assim e ainda não tentei, mas ....

jocas maradas para as duas
su

marakoka disse...

ops wind, desculpa lá, foi erro na tecla
su

AS disse...

Ser enfim uma doce inquietação, uma procura de não se sabe bem o quê, uma emergência de sensações sem contornos, o esboço confuso do que não pode ter nome e existir... Uma alma doce como eu diria...

Um beijo Su

mfc disse...

É bom crer nos outros, mas muito importante é acreditarmos em nós.

reverse disse...

Revês-te aqui? E depois de ler pergunto, quem és tu?
Bjos.

dulce disse...

Só a Florbela para nos perdermos em tantas contradições!
Beijos e bom domingo

JSilvio disse...

complicada...

Armando S. Sousa disse...

Não gostos de dar conselhos mas deixa de ler Florbela Espanca, é uma grande poetisa mas deprimente.
Estou a falar a sério.
Um abraço

marakoka disse...

frog...gostei da alma doce

mfc...é verdade

reverse ... eu sou td isto e mto mais...

dulce...pois são contradições, q existem em nós

maxikeiro....issima:)

ésse...eu sei q é deprimente, tal como muitos poemas de fpessoa, enfim, eu sei q sim, de qq modo, merci

jocas maradas per tutti

Su disse...

opsssss andei hoje a experimentar meter fotos e opssss estava em marakoka
mas foi eu q escrevi

A.na disse...

Constantes inquietações...
Vida,minha,tua,
nossas vidas...
equilibradas em descompassos.

Tb sou...e não penso nisso,
não penses também...
não valerá a pena tanta perda.
Aguentar...
aqui está a nossa luta...
Mulheres com letra grande!

Beijokas como
as tuas.

JRD disse...

Talvez seja tempo (sempre o "Tempo")de fazer uma pausa e virar Sancho Pança. Metaforicamente falando.

Å®t_Øf_£övë disse...

Su,
Por vezes os extremos tocam-se.
Boa semana.
Bjs.

Su disse...

a...gosto mto do modo como escreves:)

jrd ...talvez seja isso, tempo de viver

art...tocam-se spre acho eu

jocas maradas per tutti

António disse...

Um pequeno mas magnífico texto de uma das mentes mais invulgares das letras portuguesas.
E agora esclarece-me:
Na foto, o modelo (que podes ser tu) não está a tentar reproduzir uma conhecida estátua da poetisa?

Mais um obrigado pela tua ida à minha casinha onde guardo tantas coisas que me são queridas.

Beijinhos

Su disse...

antonio...merci pelas palavras;
agora o esclarecimento nas fotos a modelo sou eu ehhehehe e nem pensei em reproduzir nada, nem estou vendo o q seja
joca maradas

Mendes Ferreira disse...

a grande e desamparada Florbela....bjo.

Su disse...

mendes ferreira....jocas maradas para ti, mas não há maneira de postar nos teus blos, eu bem tentei..mas fui parar ao espaço:)))

Amaral disse...

A Florbela que crê em tudo! "Ser poeta é ser mais alto, é ser maior" - a força dos seus versos!

Su disse...

amaral...ela era crente até detreminada altura, depois deixou de se-lo e optou deixar esta vida
jocas maradas per te

Su disse...

errata - determinada..
opsss mto erro na tecla q xanax anda a fazer ehehehh

Daniel Aladiah disse...

Querida Su
Só sou... sou só... e tudo é diferente, depende de como se começa...
Um beijo
Daniel

mgbon disse...

Grandes poetas tem este país tão pequeno! E grandes mulheres, já agora!...
Sõa normalmente "incómodas" para o status.