quarta-feira, novembro 02, 2005

fabúlas


Levo já quase mil noites com fábulas
e a cabeça dói-me e tenho seca
a língua e esgotados os recursos,
a imaginação. E nem sequer
sei se me salvarei com as mentiras.
Amalia Bautista.

20 comentários:

wind disse...

Não vivas num conto de histórias:) Encara a realidade:-)

Su disse...

wind... nem spre é facil faze.lo, mas tento
obgda, jocas maradas

sonhos sonhados disse...

KERIDOS AMIGOS

tenho mesmo de recuperar...
...........................
pois vocês são esse Sol
que brilha
todos os dias
e
que beija
e
namora a Lua.

J.P. disse...

O teu blogue é lindo.
Parabéns !

Su disse...

sonhos....recupera sim e depressa para nos dares palavras brilhantes

jb... merci, volta sempre

jocas maradas per tutti

AS disse...

Su, as mentiras são apenas temporárias, portranto não resultam. Experimenta outros personagens! Eles abundam!!!

Beijokas

inconfidente disse...

Normalmente ninguém se safa. a verdade é sempre melhor .

opavao disse...

A mentira é uma percepção de uma outra verdade. Poderá ser só a nossa, mas não deixa de ter valor semelhante.

mfc disse...

Não nos podemos enganar para sempre... há um momento de lucidez que destrói o mito.

lique disse...

Não é possível viver muito tempo no dito "mundo imaginário". As mentiras também acabam por ser descobertas. A verdade é o melhor.
Beijinhos, Su.

Desconhecida disse...

"E nem sequer sei se me salvarei com as mentiras" Gostei desta frase e, até me fez pensar. Mentiras, mentirinhas, são por vezes necessárias, mas não podemos fazer delas a nossa vida. Mais grave não é mentir aos outros, mas sim a nós prórpios.

verosimil-utopia disse...

Viver a realidade, e conciliá-la com o sonho e com a imaginação e criatividade. :)

Ana disse...

Ninguém se salva com as mentiras.
Só a verdade, mesmo que seja dura.
Um beijo.

Insolente disse...

atão ná haveras de te safar com as mentiras por carga d'água moça? eu tenho-me safado bem ;) continua... bem hajas

hfm disse...

Belo como a imagem anterior.

Daniel Aladiah disse...

Querida Su
Mil não chegam... às mil e uma pode estar o encantamento esperado...
Um beijo
Daniel

Su disse...

frog...eu uso outros personagens:)

inconfidente...tb eu:)

opavão...depende:))

mfc... a verdade apanha-nos sempre na curva:))

lique..podemos viver mto tepo, nunca todo o tempo, não é lique?

desconhecida...é isso mesmo, não sermos os "mentidos"

verosimil...às vezes é utopia:)

ana... concordo plenamente:)

hfm... merci

daniel... não vale a pena a primeira, qto mais as outras...

jocas maradas per tutti, cheias de verdade

Nilson Barcelli disse...

O que há mais são Amálias Bautistas.
E Amálios...
Beijinhos nas tuas jocas maradas...

Su disse...

nilson...jocas maradas per te, sem amálias

reverse disse...

Adoro este poema
Bjos.