terça-feira, novembro 08, 2005

Insonia

Insonia – (Francisco Motaco)



Neste silencio morno
Escorrendo solidão pelas paredes do quarto
Estou farto de esperar que o sono venha
Adormecer-me dos sentidos vivos
As fibras uma a uma


Cansado do silencio em que vivo
E dos que vivos
Perturbam um silencio


Enquanto escrevo
penso e sinto grande inveja
de todos os que dormem tranquilamente
sem pesadelos nem fantasmas

queria tanto dormir
um sono profundo
do tamanho da minha idade

queria só acordar
quando a infelicidade
tivesse passado

Entretanto em vez de dormir
queimo a luz e os cigarros
no meio do silencio

queimo o tempo de dormir que passou
por entre as frestas da janela
roçando-se indolentemente pelas arestas

só não consigo queimar
esta insónia que me queima
prepotentemente

Começa a hora disforme
a noite já não é noite
é madrugada!

22 comentários:

sonhos sonhados disse...

keridos

obrigada pela força!

jinhux létinha.jcagpq

Friedrich disse...

Ora aqui está uma boa razão para poder estar acordado, assim já posso ler a tua insónia... Podes não dormir o sono dos justos, mas fuma menos enquanto ainda tens tempo de estar acorada!

Um beijo dormente

Nilson Barcelli disse...

A insónia é uma coisa tramada...
E este poema descreve-a de uma forma brilhante.
Bons sonhos... Beijinhos

devaneios disse...

bons sonhos pa todos,
nao acordem pa este mundo real, é muito duro e complicado...!

=) tá muito bom!!

Clitie disse...

Ai, Ai! Quando venho aqui nem sei o que dizer!

Bjks

Mocho Falante disse...

Nem imaginas como este texto coube numa fase da minha vida...é mesmo assim, aconteceu-me tal e qual.

Fiquei impressionadissimo

Abraços

Insolente disse...

nao dormes entao vais fumar... essa merda faz mal pá, fuma pelo menos daqueles que relaxam e talvez até te ajudem a dormir... nao sei digo eu que tenho sempre soluçao simples para tudo, podem é nao ser logicas mas isso tambem ninguem me pede... bem hajas

peciscas disse...

Também eu, cansado do silêncio em que todos vivemos, resolvi avançar.
Hoje é um dia grande no Peciscas.
Divulguei o meu manifesto eleitoral!

mfc disse...

Ái como apetece adormecer quando se está assim... mas no outro dia acordamos do mesmo modo triste!

Mendes Ferreira disse...

boa noite SU....sem a insónia má. antes com a insónia boa....bjo. excelente texto....

wind disse...

Belo poema e sente-se mesmo isto quando não se consegue dormir. beijos

Armando S. Sousa disse...

Adoro dormir não me fales de insónias!
Um abraço

Su disse...

sonhos...jinhos

friedrich....gostei desse beijo dormente (vou tentar, tentar, fumar menos)

nilson... mais q tramada, é uma trama:)

devaneios...bons sonhos

clitie...aiai!!!

mocho...acontece-me tal e qual:)

insolente...eu sei q esta merda faz mal, mas toda a merda faz isso!

peciscas... eu já disse, só não voto em ti, pq me candidatei ehehehe

mfc...o pior é isso mesmo, acordar na mesma, buaaaaaaaaa

mendes ferreira...merci, sem insonias más:)

wind....sente-se wind

ésse...eu gosto de dormir, por isso detesto as insónias:)))))

jocas maradas per tutti cheias de sonhos

sem cantigas disse...

yoga, exercício de relaxe :-) importante: e o autor do poema? ;-)

sem cantigas disse...

insónia é ter q dormir pra acordar cedo, muito cedo, e n conseguir adormecer, passa 1, 2, 3, 5 da manhã e nada... toca a acordar!

Moon Shadow disse...

Custa tanto :(
Quanto mais se quer dormir mais acordado se está a pensar nisso :\

sem cantigas disse...

insónia é sonhar acordada com o impossível. sonhar e sentir. sentir e estar acordada. estar acordada e insónia. recomeça o ciclo

sem cantigas disse...

insónia é acordar de manhã com enormes olheiras, tomar um café pra acordar, andar a dormir pelos cantos. uma cama rápido. mais um café. noite e insónia. recomeça o ciclo.

sem cantigas disse...

então vamos lá ao exercício de relaxe de yoga: deitar de barriga pra cima com o corpo todo esticado, pensar e mexer em cada órgão, um por um, lentamente, diz-me onde adormeceste!

sem cantigas disse...

ok, desculpa mas hoje suspeito q vou ter uma enorme insónia e n sou sónia de ninguém! tás à vontade pra apagar os comentários e pra próxima n abuso! XANAX

dulce disse...

Oh pá é raro ter insónias! Mas quando as tenho faço exactamente o que não devo: viro-me para o outro lado e penso agora vou conseguir dormir. Entretanto ando de um lado para o outro, na cama e nos pensamentos e...não durmo!
Conselho: pega num livrito !! (aquilo q eu não faço).
Agora a sério: o poema está lindo.
Bjinhos e bom sono!

Su disse...

sem cantigas...tu estás à vontade para mostrar o teu coeficiente ehehehehe
jocas maradas