quinta-feira, novembro 17, 2005

Hora Absurda

...
E eu deliro...de repente pauso no que penso....
Fito-te.
E o teu silêncio é uma cegueira minha...
Fito-te e sonho...
Há cousas rubras e cobras no modo como medito-te,
E a tua ideia sabe à lembrança de um saber medonho...
Para que não ter por ti desprezo? Por que não perdê-lo?...

Ah, deixa que eu te ignore... o teu silêncio é um leque-
um leque fechado, um leque que aberto seria tão belo, tão belo
Mas mais belo é não o abrir,
para que a hora não peque....

Fernando Pessoa 04/07/1913

17 comentários:

wind disse...

Só um adjectivo:lindo! beijos

ceub disse...

Belíssimo!

Nilson Barcelli disse...

A hora pode ser absurda, mas o teu poema não.
Antes pelo contrário, é muito realista, dado que absurdos como o que abordas são mais frequentes do que se pensa.
Gostei, porque é muito bem escrito.
Beijinhos.

AS disse...

A beleza dum leque fechado está em manter desconhecido aquilo que oculta... E quanto mais tempo o leque permanecer fechado mais belo se imagina o momento em que ele se abre! Como Pessoa continua a ter razão!...

Um beijoooo

Maria do Céu Costa disse...

"Hora absurda", ou talvez não?! Palavras do grande Fernando Pessoa.

Mendes Ferreira disse...

"fito-te e sonho"....grande Su. bjo. ´tá bem eu sei q é do F.P.mas quem o trouxe para aqui foste tu. e por isso é que o sonho pode ser bom...beijos.

Daniel Aladiah disse...

Querida Su
Belíssima foto (é tua?).
O desencanto do Pessoa é o teu?
Um beijo
Daniel

dulce disse...

"O sol e o dia brilham mas sem ti
Talvez não sejam mais o sol e o dia.
O sol e o dia agora
Estão lá onde o teu sorriso mora
E não aqui.
(...)"
Sophia de Mello BReyner
Beijos grandes

ccc disse...

Passei e fiquei retida em Pessoa, como sempre.
beijocas

lique disse...

Pessoa é Pessoa. E, quando se atinge o estatuto de génio, pode-se ser interpretado mas é um bocado difícil dizer algo original. Por isso prefiro só ler e tentar absorver. Tentar!
Beijinhos

Su disse...

wind...beijos

ceub...merci

nilson...Pessoa escreveu, eu partilho deste absurdo real:)

frog...lindo, gostei de ler-te, como é habitual

maria do ceu costa... palavrassss

mendes ferreira...há cousas rubras e conbras no modo como medito-te:)

daniel... a foto não é, nem sou eu!
o desencanto é meu e do Pessoa!!

dulce..adorei ler

ccc...como eu, vidrada:)

lique..eu tb faço isso, absorvo ou tento


jocas maradas per tutti "para que a hora não peque"

jacky disse...

Conheço estes olhos de algum lado :)

Ana disse...

De cada vez que aqui venho encontro uma coisa linda! Obrigada, Su, por trazeres Pessoa!
Um beijo.

mgbon disse...

É bom vir aqui e ler-te. Trazes-nos coisas lindas. Pessoa é uma referência e uma paixão.
Obrigada

Su disse...

jacky..:))

ana...ainda bem que gostas, eu adoro

mgbon...é mesmo, é uma paixão

jocas maradas per tutti

sem cantigas disse...

hora absurda é nome de blog!

António disse...

Queres que te diga o que sinto?
Não percebo e portanto não gosto!
ah ah ah
(e estou-me marimbando se é do Pessoa ou de outro gajo qualquer)
Até acho que o português é mau!
Falei e disse!
Homem do norte é assim! eh eh

Beijinhos