domingo, agosto 13, 2006

afinal

Sou um formidável dinamismo obrigado ao equilíbrio
De estar dentro do meu corpo, de não transbordar da minh'alma.
Ruge, estoira, vence, quebra, estrondeia, sacode,
Freme, treme, espuma, venta, viola, explode,
Perde-te, transcende-te, circunda-te, vive-te, rompe e foge,
Sê com todo o meu corpo todo o universo e a vida, Arde com todo o meu ser todos os lumes e luzes, Risca com toda a minha alma todos os relâmpagos e fogos,
Sobrevive-me em minha vida em todas as direções!
a.campos

6 comentários:

wind disse...

Espectacular como ele, só ele mesmo:) beijos

Su disse...

wind...merci...pstt a foto:) lembras:))opsss me confesso.beijos

Eridanus disse...

«Mais perto... mais...
Arranca-me de mim
Que me afundo
No meu nada.

Dá-me a minha alma,
Que sem alma
Para que quero eu o mundo?»


(Unamuno)

Su disse...

eridanus....bela escolha.gostei

Clitie disse...

Só podia ser Pessoa!

Beijinhos

hl disse...

Simplesmente a Vida com toda a sua intensidade:)
Beijinhos:)