quarta-feira, julho 15, 2009

luxuria

foto de Sara Sa

Louco! Louco coração!
Vivendo de desvairadas quimeras, esquivas miragens.
Escuta a razão, louco!
A candeia é o abismo.
O fascínio é a dor disfarçada de prazer.
O prazer que é, afinal, a dor, conduz, impreterivelmente, à morte.
Quantas vezes morreste já?
Al Berto

8 comentários:

Pedrasnuas disse...

LINDO!!!!POIS QUE SEJA LOUCOOOOOOOO!!!!
MESMO NO ABISMO,MESMO NA DOR,MESMO NA MORTE...SEJA SEMPRE LOUCO!!!!

JOK MARADE

Marta disse...

PARABÉNS! atrasados, mas sentidos :)

[vi num blog que já é meu e vim a correr]

vou pensar no presente e, depois, fica lá no meu planeta para ti, menina LINDA :)

beijos muitos

Peach disse...

Poeta do caos, Al berto...
e tal como ele transmite, onde há paixão e luxúria existe caos e dor.
Prefiro eu viver assim, que viver pensando no meu "coma exitêncial"

Vivo a miragem, a loucura e os abismos...vivo ao ritmo da paixão, que me faz sentir viva.

O equilibrio aborrece-me.

Quantas e quantas vezes terei morrido assim....

...e quantas e quantas vezes mais, quero morrer dessa maneira.

Apenas eu disse...

e o coração não se cansa de morrer para voltar a nascer:)

Su disse...

pedras..... sempre........

marta..merci:)

peach.......Vivo a miragem, a loucura e os abismos...vivo ao ritmo da paixão, que me faz sentir viva...................nem mais:)


apenas eu.... re-nascer..........


jocas maradas............sempre sem limitesssssssssssssssssss

Ju disse...

Parabéns pq? Fizeste anos?
Hum... cheguei atrasada de novo?
Nem é costume :(
A Foto linda!
O Poema maravilhoso!
Venho deixar-te beijos, marados ahahahahhah!
B.Ju

... disse...

Morri uma vez mais do que gostaria.
Sem duvida um belo poema , boa escolha

Porcelain Doll disse...

Não nos preocupemos... chega sempre o dia em que o desvairado do coração é obrigado a ouvir a razão... :)

Beijinhos!