segunda-feira, maio 11, 2009

não sei......

foto de Miguel Marques
«Não sei para o que vim. Sei porque tive de vir: para escapar ao que me sufocava. Como se não houvesse outro lugar, outra cidade. Como um estilhaço de ferro é atraído por um íman. Agora devo esperar que algo aconteça, sem ter a mínima certeza de que vai acontecer, com a angústia acrescida de que algo aconteça sem que eu dê por isso, de falhar o inesperado. É preciso, creio, distinguir o que se sabe do que não se sabe; e o que não se sabe do que nem sequer se sabe que não se sabe. O que não sei que não sei é o decisivo. Talvez seja por isso que vim até aqui, que tive de regressar a esta cidade no meio de um deserto. O deserto que alastra, não cessa de alastrar, por todo o mundo. Tenho de aprender de novo a esperar. A estar atento. Repito: facilmente me pode escapar aquilo por que vim, se nem um nome lhe sei dar

Pedro Paixão

8 comentários:

Vekiki disse...

Amo este homem e as suas palavras. Sinto-me tanto nelas que me assusto. Que tremo de pensar...como ele...
Gosto quando tu acertas no que se passa por aqui.
Bjs

maria inês disse...

Nunca sabemos, mas não deixamos de ir!

b&abraços

tulipa disse...

Só me aptece dizer " nem eu"
um abraço
tulipa

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Faça uma lista de grandes amigos,
quem você mais via há dez anos atrás...
Quantos você ainda vê todo dia ?
Quantos você já não encontra mais?
Faça uma lista dos sonhos que tinha...
Quantos você desistiu de sonhar?
Quantos amores jurados pra sempre...
Quantos você conseguiu preservar?
Onde você ainda se reconhece,
na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora...
Quantos mistérios que você sondava,
quantos você conseguiu entender?
Quantos defeitos sanados com o tempo,
era o melhor que havia em você?
Quantas mentiras você condenava,
quantas você teve que cometer ?
Quantas canções que você não cantava,
hoje assobia pra sobreviver ...
Quantos segredos que você guardava,
hoje são bobos ninguém quer saber ...
Quantas pessoas que você amava,
hoje acredita que amam você?
(Oswaldo Montenegro)

Desejo uma semana com muito amor, carinho e saúde
Um grande abraço do amigo
Eduardo Poisl

Chinezzinha disse...

Pedro Paixão lê-se tão bem... adoro-o.
Uma feliz escolha.:))
Beijinhos

Su disse...

vekiki....tb eu amo as palavras deste homem...........acerto?

maria ines.....não deixemos, não...

tulipa....nem eu, nem eu....

uma pag..merci pelas palavras deixadas, sempre

chinezzinha...somos duas nesse gostar


jocas maradas............sempre

Pedrasnuas disse...

ISSO É ANDAR PERDIDO ENTRE A GENTE...

"NÃO SEI PARA O QUE VIM. SEI PORQUE TIVE DE VIR"

OU VAMOS PORQUE O INCONSCIENTE TEM AS SUAS RAZÕES QUE O CONSCIENTE DESCONHECE...
OU PROCURAMOS ALGO QUE LOGICAMENTE NÃO SABEMOS O QUÊ E DEVÍAMOS PROCURÁ-LO DENTRO DE NÓS...E NÃO FORA...

JOCA MARADA

Fernanda disse...

"Como um estilhaço de ferro é atraído por um íman"...

A vontade de estar e ir...é tão grande...que acabamos por não saber a razão ...nem porque estamos...nem porque vimos...
Vamos...
e ficamos à espera que algo aconteça...

Um abraço sem mar