sexta-feira, outubro 27, 2006

ZUTe

foto de isabel

ZUTe – jose de almada negreiros

ZUTe! Bruto – parvo – nada
Que me roubaste tudo;
Té me roubaste a vida
E não me deixaste nada!
Nem me deixaste a Morte!

ZUTe! Poeira – pingo – micróbio
Que gemes pequeninos gemidos gigantes
Grávido de um poeta colossal

ZUTe! Elefante – berloque – parasita
do que não presta!

ZUTe! Bugiganga – celulóide – bagatela!

ZUTe! Besta!

ZUTe! Bácaro!

ZUTe! Merda!!!

5 comentários:

A. disse...

Estou contigo...revolta!







Saudades minhas...merda da falta de tempo para quem merece...para quem amo...para quem é humano.

Abraço minha amiga su.

Anónimo disse...

zut.....tbm

mfc disse...

Zut para tudo que é desprezível!
Almada Negreiros não está incluído.

pb disse...

Zut...é o que digo ao cachorro ou alguem, quando os quero afastar !! beijokas

Su disse...

a.; delfim peixoto; mfc; pb....


jocas maradas per tutti