quinta-feira, outubro 26, 2006

Circulação

foto de Maria de Fátima Silveira



Estou diariamente à tua espera
Como quem espera um astro pela noite.
Defino-te em segredos.
Revejo-te na memória.
Desenho a tua fronte nas estrelas.
Invejo-te.
Construo a tua boca sem palavras.
Construo este silêncio em que me prendo.

João Rui de Sousa, Circulação

13 comentários:

Cristina disse...

Olá,
Hoje venho aqui fazer-te um convite especial. Criei um blogue para todos participarem, basta mandar-me uma foto do teu automóvel, e irei criar um "chain" dos pópós de todos os amigos. Vou fazer conta contigo!
beijinhu
:)

AS disse...

Um lindo poema Su!...

Beijokas maradas

pb disse...

bonito, su, gostei !!! beijokas

mfc disse...

Fica-te bem este estado de enamoramento.

Daniela Mann disse...

No meu amar-ela há um docinho à sua espera!
Beijinhos

Su disse...

cris; daniela ....já lá vou ver...jinhos

frog; pb .. tb gostei:)

mfc....não estou nesse estado:)

jocas maradas per tutti

Isabel-F. disse...

Pelo poema.

Bom fim de semana
Bj

jmideias disse...

Olá Menina

Não sei que se passa com a tua caixa postal mas cada email que te mando vem devolvido, estou a pensar mandar-te um convite para o GMAIL que tem uma capacidade de 2,7 Gigas no principio, que achas ?

Quanto á pergunta que me fizes-te ontem podes publicar concerteza, porque o que eu não publico no meu blog nem no bloguinho passo para a malta amiga.

Beijokas Carneiras

Anónimo disse...

O tempo passa, a vida esmorece, mas…

No compasso lento das horas
Numa corrida contra o tempo
Marco presença mesmo
Que seja só para desejar
BOM FIM DE SEMANA!!!

Beijos
Nadir

sonia disse...

Lindíssimo...beijinho de boa tarde Su.

Bom fim de semana.

Rosa dos Ventos disse...

Como sempre uma bela imagem associada a um não menos belo poema!

Bífido disse...

*

blackangel disse...

construo
jokas maradas ;)