sábado, abril 22, 2006

Uma lição de vida!

"Um dia a maioria de nós irá separar-se.
Sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora, das descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que partilhamos.
Saudades até dos momentos de lágrimas, da angústia, das vésperas dos finais de semana, dos finais de ano, enfim... do companheirismo vivido.
Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre.
Hoje não tenho mais tanta certeza disso.
Em breve cada um vai para seu lado, seja pelo destino ou por algum desentendimento, segue a sua vida.
Talvez continuemos a nos encontrar, quem sabe... nas cartas que trocaremos.
Podemos falar ao telefone e dizer algumas tolices...
Aí, os dias vão passar, meses...anos... até este contacto se tornar cada vez mais raro.
Vamo-nos perder no tempo...
Um dia os nossos filhos verão as nossas fotografias e perguntarão: "Quem são aquelas pessoas?
"Diremos...que eram nossos amigos e...... isso vai doer tanto!
-"Foram meus amigos, foi com eles que vivi tantos bons anos da minha vida!"A saudade vai apertar bem dentro do peito.
Vai dar vontade de ligar, ouvir aquelas vozes novamente......
Quando o nosso grupo estiver incompleto... reunir-nos-emos para um último adeus de um amigo.
E, entre lágrima abraçar-nos-emos.
Então faremos promessas de nos encontrar mais vezes daquele dia em diante.
Por fim, cada um vai para o seu lado para continuar a viver a sua vida, isolada do passado.
E perder-nos-emos no tempo.....

Por isso, fica aqui um pedido deste humilde amigo: não deixes que a vida passe em branco, e que pequenas adversidades sejam a causa de grandes tempestades...

Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!

"Fernando Pessoa

21 comentários:

dulce disse...

Não posso deixar de estar totalmente de acordo.
Não sei o que seria de mim sem os meus amigos. Aqueles ... especiais ... que estão sempre aqui comigo, mesmo quando não estão.
Beijos docessss

wind disse...

Desculpa, mas acho que é de Vinícius de Morais. Mas voltando ao texto, embora seja terrível é o que acontece naturalmente na vida real, os amigos separam-se ao longo dos anos porque cada um segue a sua vida. Beijos

de mim para disse...

e aos 26 anos de vida, já sinto isso tudo que escreveste... nem quero imaginar daqui a uns anos...

Lmatta disse...

Estou de acordo.
completamente
beijocas

A. disse...

É fria a realidade de tudo o que passa,das promessas que ficam por fazer,da certeza que aquilo que existia era pra sempre...nem o tempo faz "isto" deixar de doer tanto em nós.

que lição.
um abraço su.
tantas vezes me vi em ti.como agora.eu sei que foram muitas.e dizia-te sempre.
:)

Luna disse...

Tudo na vida passa, tudo muda,só o que na verdade é real se mantem, e vai existir algum amigo que se vai manter através dos tempos, será o verdadeiro amigo, como tudo na vida é passageiro vamos trocando momentos até que se esgotem.
beijos

Su disse...

dulce...a concordancia é plena..beijos

wind...é a vida, cheia de encontros e desencontros, mas continu achando que é de f.p. jinho

anónima...sentes assim pq és assim:)))

lmatta...:)))

askim.....deixa uma dor sem fim, só esse doer é e.terno.jinhos spre

luna....o tempo passa, nós passamos por ele como passageiros :)))

AS disse...

Conseguiste emocionar-me sabes?

Um beijo e bom domingo

wind disse...

Desculpa Su, é que o Vinícius também tem 2 textos sobre a amizade parecidos. beijos

Acmea disse...

lindo texto, não podia ser mais acertado

Vanda Baltazar disse...

t...e quanto mais os amamos, mais eles possuem essa capacidade única de nos fazer sentir traídos...

perdemo-los ou perderam-nos?

Fica a nostalgia do tempo em que os sonhavamos mais puros, num tempo nosso de ingenuidade e partilha...bem querer agora ao longe...

Não sei o que seria de mim e deles sem um passado comum :)

Ficam os que nos acompanham, incondicionalmente. os que nos aceitam, pela vida fora, tal como somos. Os que se riem com as nossas graças e choram as nossas lágrimas...que nem precisam vir...estão!

Como diz o P.Abrunhosa: Eu...estou aqui!

beijos de onde estou para ti onde estás :)

Meia Lua disse...

Os amores, vem e vao...
As amizades ficam para sempre. Eu partilho a opiniao do Fernando Pessoa... quem tem amigos, tem tudo!
beijinho

Reporter disse...

Vamos lá a tirar as dúvidas a quem as tiver.
Este poema foi escrito por Fernando Pessoa.
É, de resto, muito interessante.
E ilucidativo.
Beijos, Su

marakoka disse...

frog ... mil beijos de emoção

wind....q é isso, o mais importante é entender e sentir o q está bem escrito....a vida. beijos

acmea.... tb adorei ler, daí a partilha do mesmo:)

van ...não duvido dessa capacidade, a traição ela pp só existe pq amamos incondicionalmente....perderam.nos, nós ficamos com as palavras "ditas eternas"
amo todos os que me acompanham pelo que sou, pelos que estão tatuados em mim para sempre...um sempre real e enquanto houver "eu".
beijos de mim para ti , daqui para aí

jocas maradas per tutti

AS disse...

Neste domingo, quando o sol começa a esconder-se, venho deixar-te um beijo e os votos de boa semana...

Ana disse...

É um texto emocionante, sobre a precariedade da vida e das relações que nela criamos.
No entanto, de todos aqueles que se cruzam conosco , fica sempre algo, e permanecem em nós pela memória, mesmo que tantas vezes inconsciente.
Um beijo.

Su disse...

meia lua...concordo contigo. bjo:)

reporter....jocas

frog...agarrei o beijo e desejo.te uma bela semana

jocas maradas

pb disse...

O tempo corre, as pessoas separam-se e ficam as memorias...as lembranças afloram, a saudade aperta e fica uma angustia e uma vontade de ligar,de escrever, ir ao encontro, mas o desencontro é o mais certo...por fim encontramo-nos geralmente no funeral de um que foi de nós, trocamos contactos, promessas de encontros...por fim , resta a lembrança e a saudade de um tempo vivido.
PS: obrigado SU pela visita ao meu modesto cantinho. Jinhos

Su disse...

ana...todos aqueles que nos atravessam, fica.nos uma marca na nossa caixinha da memória.bjo

pb... gostaria de saber pq tanta vez não quebramos essa angustia e falamos, reencontramos, entendes? ops mas a vida passa correndo com o tempo...como bem o dizes resta-nos a lembrança do vivido. jocas

jocas maradas de tempo

Raquel V. disse...

"Diremos...que eram nossos amigos e...... isso vai doer tanto!


Por vezes... já dói tanto...


Beijo grande

marakoka disse...

raquel v.... doi sim e muitoooooooooooo...bjo