quinta-feira, junho 25, 2009

gritos abafados


foto de Cecy.G


“Já tenho escrito que o meu silêncio é feito de gritos abafados. Mas a vida é apenas um arrendamento provisório – um parênteses entre dois insondáveis infinitos.”



(José Rodriges Miguéis)

11 comentários:

Brown Eyes disse...

Olhando para esta fotografia lembrei-me do filme a Bruxa de Blair, como pode?

Matilde Cê disse...

um dia, vamos ser iguas a esses dois vulgares infinitos que intercalam cada um dos nosso parenteses.

simplesmenteeu disse...

Somos o grito do silêncio.
A voz que ninguém ouve.
A lágrima que ninguém vê.
O passo entre dois infinitos... numa estrada de solidão.

Beijo terno

Vasco Gamito disse...

Os gritos põem uma pessoa cheia de nervos ;)

Su disse...

brown...associações..........pois..

matilde.....tens a certeza?:)

simplesmente eu.......gostei, somos..sim..

vasco....e os silencios:?))))

jocas maradas............sempre

Susana disse...

Boa noite, em nome da organização de blogagem colectiva Aldeia da Minha Vida, quero agradecer a sua participação, na qualidade de leitor(a) e eleitor(a) pelo seu contributo para o sucesso da mesma.
Dia 30 de Junho serão publicados os resultados. Até lá, um bom fim-de-semana!
Susana Falhas
www.aldeiadaminhavida.blogspot.com

Arabica disse...

...temporalmente nossa.


Beijos, Su.

Xana disse...

Todos nós pelo menos uma vez na vida teve de gritar abafado, doído e calado!

beijinhos

Porcelain Doll disse...

Um parênteses entre insondáveis infinitos... somos tão insignificantes... e ao mesmo tempo todos tão especiais, tão belos e tão infinitos em nós mesmos...

Já publiquei no impressionantes impressões o teu selo, linda :)

Obrigada, desculpa a demora, mas os últimos tempos têm sido de loucos... beijinhos!

Intelectual Distraído disse...

Um arrendamento provisório. Certo...

Fernanda disse...

Sim,...a vida é um arrendamento provisório,...um arrendamento demasiado caro e curto para não ser aproveitado...


Abraço sem mar