sábado, março 21, 2009

travessia

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas ...
Que já têm a forma do nosso corpo ...
E esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos
mesmos lugares ...


É o tempo da travessia ...
E se não ousarmos fazê-la ...
Teremos ficado ... para sempre ...
À margem de nós mesmos...

4 comentários:

Vasco disse...

Tenho sempre tantas dúvidas neste(s) campo(s)... Deveremos mesmo abandonar determinadas margens se for para lá voltarmos amiúde? Deveremos ficar para trás a impedir-nos de viver em nome de arrumações que nunca poderão ser dadas como findas? Beijos!

Su disse...

vas...somos dois com tantas dúvidas.......
jocas maradas de re.torno

Fabulosa disse...

a mudança nem sempre é um passo fácil de dar.... =)

Vekiki disse...

Tão verdadeiro e tão doloroso. Porque partir do que é certo, abandonar o que já não necessita ajustamentos, pode ser difícil...muito! Mas é tão apetecível, a mudança ;)