sexta-feira, julho 06, 2007

não posso

Não posso adiar o amor para outro século
Não posso
Ainda que o grito sufoque na garganta
Ainda que o ódio estale e crepite e arda
Sob montanhas cinzentas
E montanhas cinzentas
Não posso adiar este abraço
Que é uma arma de dois gumes
Amor e ódio
Não posso adiar
Ainda que a noite pese séculos sobre as costas
E a aurora indecisa demore
Não posso adiar para outro século a minha vida
Nem o meu amor
Nem o meu grito de libertação
Não posso adiar o coração


A. Ramos Rosa, A Mão de Água e a Mão de Fogo

8 comentários:

sinha disse...

tambem nao poso adiar mais...
o tempo urge...

beijinho fofo
bom fim de semana su

(e do me computador ou mudaste o visual do estamine? nao sei dizer... gostava muito do anterior)

sinha disse...

nao POSSO adiar mais....
(estou tao cansada hoje que ja nao vejo bem o teclado)

♥≈Nღdir≈♥ disse...

ღღ OLÁ! ღღ
  *.*´¨) ღღ
   ღღ ¸..´¸..*´¨)*´¨)
  ¸.•´¸.•*´¨) ღ ¸.•*¨)
  (¸.•´ ღღ (¸.•` ღღ Bom fim de Semana* ღღ
       ¸.•*¨)             
    (¸.•´ ღ (¸.•*´¨¨*Beijos*´¨¨*•.¸ღ .•*¨)
                     (¸.•´
•.¸.♥`“•.¸♥≈Nღdir≈♥ ¸.•“´♥.¸.•

margusta disse...

Faz hoje dois anos que editei o meu primeiro post...

O que conta não é o que fazemos, mas o amor que colocamos no que fazemos!".
Madre Teresa de Calcutá ...

Alongo os meus braços e abraço-Vos... num abraço intemporal!!!

Gi disse...

O grito é em crescendo e a forma como o imprimiste dá essa sensação.
Inadiável mesmo tudo o que se sente no coração.

Um beijinho e bom fim de semana.

Tenho um desafio para ti muito fácil. Estás à vontade se não quiseres dar continuação.

Nais um ;)

Ki disse...

Curiosamente e embora essa sensação de limite nos pese de quando em vez...podemos smpre mais e mais...


Bom fim de semana :)

Su disse...

sinha....o tempo foge.nos....
(são os teus olhos ehehe ou estas a confundir com marakoka:))) beijo

nadir...olá....o melhor para ti

margusta..já lá fui menina:))) parabens:)))))))))) e força..muita

gi.......o tempo corre e com ele o grito............ não prometo...vou ver..jinhoss


ki...temos de fazer por isso....


jocas maradas de gritossssssss

wind disse...

Um poema fortíssimo, parece um grito!
Parabéns pela escolha:)
Adoro este poema:)
beijos