terça-feira, julho 31, 2007

assim















foto Konrad Gös

5 comentários:

C Valente disse...

Mas que grito
saudações embrulhadas com um beijo

Fábula disse...

eu admito, de vez em quando também me apetece dar um grande e fabuloso grito! ;)

Bartolomeu disse...

Porque é que a rapariga da foto tem o olho direito menos aberto que o esquerdo?
E o cotovelo direito mais levantado que o esquerdo?
Tenho uma teoria... somos todos constituidos física, mental e espiritualmente por 2 partes, uma delas tenta sempre sobrepor-se à outra, por isso, todos temos mais força num dos braços, numa das mãos, numa das pernas, num dos pés, todos, perante as situações sobre as quais é necessário fazer opções, nos debatemos com os aspectos morais e o conflito entre o bem e o mal e optamos de acordo com o nosso conceito moral mais forte. Todos reflectimos sobre questões religiosas, cósmicas e universais e todos formamos um conceito pessoal, de acordo com aquilo que na nossa espiritualidade imprimir uma sensação mais forte.
Assim, concluo: A mocinha, ao gritar, expressa um sentimento fortíssimo, onde estão em conflito seis partes, concentradas em duas.
Ou então... não está nada a gritar e só nos está a querer mostrar os dentes...
pfhhh... às tantas...

Su disse...

c valente............isto é uma gritaria.bjo

fabula............admito que faço a terapia do grito:)))))))

bartolomeu.....adorei essa tua teoria.....
bem real......
afinal existe em todos nós um lado mais "activo" que outro ...ex: ter mais força numa mão em rel.à outra ....
mas explico.te qd gritamos ou fazemos caretas não ficamos "igualitos" pq não o somos simetricos-como bem o dizes-
qto à hipotese e mostar os dentes...eheh..é remota........
o equilibrio está sem duvida no desiquilibrio............assim sendo gritou ..fez catarse:))))
pois é....teorias:)
jocas maradas de teorias

sinha disse...

gritar permite soltar os fantasmas e os medos... alivia o stress

(nao é que eu ande por ai a gritar forte e feio)