segunda-feira, julho 12, 2010

aniversário

foto de bruno silva
(...)
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu tinha a grande saúde de não perceber coisa nenhuma,
De ser inteligente para entre a família,
E de não ter as esperanças que os outros tinham por mim.
Quando vim a ter esperanças, já não sabia ter esperanças.
Quando vim a olhar para a vida, perdera o sentido da vida.
Sim, o que fui de suposto a mim-mesmo,
O que fui de coração e parentesco.
O que fui de serões de meia-província,

O que fui de amarem-me e eu ser menino,
O que fui — ai, meu Deus!, o que só hoje sei que fui…
A que distância!…(Nem o acho…)
O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!
(...)
F.P.

4 comentários:

wind disse...

Muitos parabéns:)))))
Beijos

AugustoMaio disse...

Muitos parabéns. Um lindo lindo e muitos mais

Observador disse...

Quando fizeste anos, "gaja" linda?

Se ao menos tivesses colocado essa informação no Facebook, teria enviado os parabéns.

De qualquer forma, segue um beijo marado.

Su disse...

wind, augustomaio; observador....

merci...

jocas maradas..sempre