sexta-feira, junho 09, 2006

afirmação


(...) abandono alegremente tarefas mornas, impostas pelo mundo em benefíco de uma tarefa inútil, originada num Dever incontestável: o Dever de amor. faço discretamente coisas loucas; sou a única testemunha da minha loucura. (...)
r.barthes

20 comentários:

wind disse...

grande passagem que escolheste:) beijos

Delfim Peixoto disse...

Uau! Simples mas completo! Parabéns!
bjnhs doces

hl disse...

"Dever" do Amor...tenho dificuldades em chamar de dever:)
Beijinhos:)

dulce disse...

Adorei. Tb adoro fazer coisas loucas :-) às vezes!
Beijos

as velas ardem ate ao fim disse...

e sabes porque? porque basta um para amar.bjos

Berenice disse...

«Fragmentos de um Discurso Amoroso»! Conheço bem. Adorei lê-lo e dissecá-lo. De vez em quando volto a ele para saborear um ou outro fragmento; este é um dos meus preferidos. «Por que razão durar é melhor que arder?»
Soberba escolha a tua! Parabéns!

Vanda Baltazar disse...

então, pronto, está bem...

eu cumpro o dever :)

e não me atraso :))

beijos

Van

martim disse...

como evitar o preceito? um bjo...

A. disse...

...alegremente afirmo também!!

beijos su.

António Almeida disse...

quer dizer... só eu é que leio coisas do Barthes que não interessam (O Grau Zero da Escrita; S/Z; O Prazer do Texto).
argh!!!!

Meia Lua disse...

Lindo... e a foto tambem :*

AmigaTeatro disse...

Ainda hoje, em tons de brincadeira, pedi um xanax xD loli
Achei piada ao nome deste blog hehe

AS disse...

E fazes muito bem!... Nunca devemos perder o dominio...

Um beijo e bom fim de semana Su

Flor disse...

Bela escolha. Voltarei para ler mais. Beijinhos

Alien David Sousa disse...

Barthers era muito inteligente. Não sei se sabes mas era um Alien
bjs

Su disse...

wind...tb gostei:)) beijos

delfim peixoto...merci:)))bjos

hl...o dever aqui não está no sentido de dever..ops volta a ler:)))) jinhos

dulce...tb eu, tantas vezes, jinho

as velas ardem até ao fim... achas mesmo???:)) jinho

berenice...pois é, leio, releio, sublinho, escrevo aos lados..."dizem-me: essa forma de amor não é viável. mas como avaliar a viabilidade? por que razão ser viável é um bem? por que razão durar é melhor que arder?"..intenso
jinhos para ti

van... jocas muitas

martins...diz me tu, como evitar.jinhos

a....beijos sempre

antonio almeida...li esses tb e são bem interessantes.jinho

meia lua ..merci:)bjo

amigateatro...ok xanax sempre:)))

frog...só perdermo.nos ..às vezes?! jinho

flor..volta sempre:)))

alien...barthes era um alien, está tudo dito:) jinho


jocas maradas per tutti

inBluesY disse...

belo testemunho.


1 BJ

Å®t_Øf_£övë disse...

E quem não abandona tudo, ou quase tudo em função do amor???
O que seria a vida se passasemos por ela sem conhecer o que é o verdadeiro amor???
Bom domingo.
Bjs.

pb disse...

Adorei, curto mas conciso. jinhos e bom domingo

Raquel V. disse...

Reconheço tão bem esta sensação... tão bem que por vezes dói...

Bela escolha!