sexta-feira, novembro 05, 2010

eu

...há impossibilidade de ser além do que se é -
no entanto eu me ultrapasso mesmo sem o delírio,
sou mais do que eu, quase normalmente -
tenho um corpo e tudo que eu fizer é continuação
de meu começo......
a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo.
Quem sou? Bem, isso já é demais...

Clarice Lispector

8 comentários:

AC disse...

E, para quem vive, que interessam as definições?

beijo :)

rs disse...

Não explicamos e sim vivemos...
Como saber que o AMOR arde se não atearmos fogo e deixar inebriar pela falta de ar?!

Su disse...

AC...isso mesmo:)

rs... vivemos...



jocas maradas...sempre

wind disse...

Dia 16 tens lá uma coisita para ti:)
Beijos

Folhetim Cultural disse...

Parabéns pelo blog e pelos textos... Tenho um blog chamado Folhetim Cultural gostaria que visita-se este é o endereço: informativofolhetimcultural.blogspot.com
Vamos trocar conhecimentos...
Ass: Magno Oliveira
Folhetim Cultural

C Valente disse...

Passei e deixo as saudações amigas com votos de bom fim de semana

Su disse...

windddddddddd...
perdoaaaaaa
já lá vou ver.............
só vi agorinhaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Luís Filipe disse...

Sentir que está viva
Ir mais além...
Sem o limite
de diva,
acomodada
à sorte que tem