sexta-feira, novembro 26, 2010

Contrariedades

Eu hoje estou cruel, frenético, exigente
Nem posso tolerar os livros mais bizarros
Incrível!
Já fumei três maços de cigarros consecutivamente

Doi-me a cabeça
Abafo em desesperos mudos
Tanta depravação nos usos e nos costumes

Amo, insensatamente
Os ácidos, os gumes e os angulos agudos

Cesário verde