sexta-feira, maio 07, 2010

nova-mente

foto de Bia Moraes



















nova-mente essa tristeza enorme contra ataca....

5 comentários:

jorge manuel brasil mesquita disse...

LUZ
CONTRA-LUZ
UM DEDO PERCORRE
A PRETO E BRANCO
A PELE SUAVE
O ROSTO INCLINADO
SOBRE A DOCE APARÊNCIA
TALVEZ SEJA INOCÊNCIA
TALVEZ TIMIDEZ
UM FLASH
NA NOITE ESCURA
MEIA-ABERTURA
UMA AVENTURA
QUEM SABE...
SABERÁ
POR AÍ VOU
EM BUSCA DOS MEUS DEDOS
PINCEL DE TEMPO
TELA DE ADEUS.

NINGUÉM (jORGE mANUEL bRASIL mESQUITA)
bIBLIOTECA nACIONAL, 08/05/2010 - 15HOO
ETPLURIBUSEPITAPHIUS.BLOGSPOT.COM

Anfitrite disse...

Podes crer que mente. É o outro lado da
alegria que está escondida.
Alguém entre os abrolhos.
Jocas picantes(nada de outras intenções).

Su disse...

jorge mesquita..obgda pelo poema aqui postado :)

anfitrite....é isso mesmo. olha..ri.me com as palavras - nada de outras intenções - eeheheh


jocas maradas ..sempre

Me disse...

Gostei...deixou me a viajar e a questionar sobre o post:)

Lu disse...

nova...mente... =)