quarta-feira, abril 28, 2010

Invento

Kate Moss
Deponho
suponho e descrevo
a pulso
subindo pela fímbria
do despido
Porque nada é verdade
se eu invento
o avesso daquilo que é vestido
Maria Teresa Horta

6 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Não devia esquecer-me da Maria Teresa Horta pois é tão intensa a sua poesia...

Abraço

Ju disse...

Pois olha... eu achei o cadeirão lindo!
B.Ju :)

Su disse...

rosa dos ventos...intensa,é:)

ju...eheheh bom gosto:)

jocas maradas para ambas

Observador disse...

Bela foto...

Bj

carol disse...

Belíssimo poema. Belíssimas pernas!
Não penseis mal de mim... mas gosto de ver umas belas pernas de mulher: altas, bem torneadas...

Su disse...

carol......qd são bonitas, são bonitas e nada mais.....e a kate moss é.................