sábado, outubro 03, 2009

cavalo à solta


ary dos santos
(...)
minha passagem para o breve, breve
instante de loucura
(...)
minha ousadia
meu galope
minha rédea
meu potro doido
(...)
meu desafio
minha aventura

13 comentários:

Vera disse...

Adoro esta música :-)

sonja valentina disse...

doce loucura a aventura da liberdade!
felizes os que têem coragem de não dedistir.

gostei. muito!

wind disse...

Fantástico Ary!
Beijos

quanto pesa o vento? disse...

tem muita força este poema.
abraço.

dida disse...

olá. Com que então, Susana.

muito bem.

e fica bem.


Dida

dida disse...

foste incapaz de passar no meu blog e dizer uma merda qualquer.


bye

frank verlag disse...

Assim não vale.... Claro que vale! Pois.

continuando assim... disse...

Ary dos santos , genial!

Spiritual disse...

Olá, querida Su! Passo para deixar um beijinho e o endereço do meu novo blog... prometo que voltarei em breve com calma para ler tudo e comentar tudo como sabes que gosto de fazer... beijinhos!

http://spiritualandnonreligious.blogspot.com/

Spiritual disse...

Ui... perdoa.. sou Spiritual, mas sou a porcelain doll! :D Beijinhos!

Su disse...

vera; sonja; wind; quanto pesa o vento; frank; continuando assim; spiritual/ doll:))))....


dida (eu passei no teu blog, fui incapaz de dizer uma merda qq,, mas passei...ve lá bem,,,:)


jocas maradas .............sempre

A. disse...

Ahh Grande Ary dos Santos e Fernando Tordo.
Beijinho

Spiritual disse...

:) É bom, deixar-nos levar pela loucura... é interessante, enriquecedor... mas é preciso ir vendo bem o caminho... ;) Sempre alerta, mesmo nos momentos de loucura! :)