sexta-feira, janeiro 18, 2008

contrariedades

foto de Filipe Pereira

Dói-me a cabeça. Abafo uns desesperos mudos:
Tanta depravação nos usos, nos costumes!
Amo, insensatamente, os ácidos, os gumes
E os ângulos agudos.
cesário verde

8 comentários:

sombra e luz disse...

ópá... também me doi a cabeça...
não tenho é umas fotos tão lindas para ilustrar os meus propósitos...

(chamem a asae que ela resolve já esses consumos desajustados... até arredonda angulos agudos se for caso disso...;)

Su disse...

sombra e luz.....não digas isso ..teus trabalhos são lindos... e ops e tudo menos a asae...jocas

Parvinha da Silva disse...

bom fds e um beijo

rato do campo disse...

Excelentes escolhas, em particular o poema! Bom fim-de-semana!

Pedaços de mim disse...

Completamente...contrariada.



Bom fim de semana.

Bjto

José António Barreiros disse...

Bom dia pelo Cesário, pela beleza da imagem, que o traz como se revisitado ele e revista a vida!

Su disse...

parvinha....um bom finde:)))))

rato do campo...o poema.....sim...........

pedaços de mim.....total.mente:))

jose antonio...bom dia...
insensata.mente...............


jocas maradas...sempre

C Valente disse...

Belissima imagem
Saudações amigas