sexta-feira, fevereiro 23, 2007

até ao fim

foto de Steev Vieira
é preciso amar, não só por um instante, casualmente, mas sempre, até ao fim
dostoievki

13 comentários:

Fábula disse...

não amar casual.mente, amar fabulosa.mente! ;)
bom fds*

martim de gouveia e sousa disse...

até ao fim, vergilianamente. bjo.

Cristina disse...

clap clap clap
:)
tem um bom fim de semana,
beijinhu

Su disse...

fábula....intensa.mente.......:))

marim..........até ao fim.....sempre.bjo

cris......jinhuuuu

Su disse...

ops martim.........infinitamente

wind disse...

Mas só a quem merece:)
Beijos

hfm disse...

até ao fim como o mar.

pb disse...

ama-me quando eu menos merecer, é qunado preciso mais de ser amado...

Arion disse...

Olha, pois... Concordo... Mas então...

isabel mendes ferreira disse...

como diria o Vergilio...até ao fim e para sempre.









abraço. de mar.

Pepe Luigi disse...

Pelo amor vive-se e morre-se eternamente!
É o sentimento mais sublime e mais nobre que o Homem possui ao cimo da Terra.
Pena que não sejamos capazes de interiorizar constantemente este pensamento.

Entrei no teu espaço sem ser convidado, mas gostei imenso. Espero vir mais vezes.

Um beijinho
do Pepe.

Alex disse...

Amar um instante não é amar, é algo circunstancial... amar é amar para sempre, sejam quais forem os contornos desse amor...

Beijinhos!!!!

Boa semana!!!!!

Conceição Bernardino disse...

Olá,
“ Somos a ponte para a eternidade,
Formando um arco sobre o mar,
Procurando aventuras para nosso regozijo,
Vivendo mistérios, optando por calamidades,
Triunfos, desafios, apostas impossíveis,
Pondo-nos à prova uma e outra vez,
Aprendendo amar.”
Excerto de “Richard Bach”

É com esta força que renasço todos os dias, para continuar a minha caminhada...
Espero que gostem deste pequeno presente.
Beijinhos, que a escrita nos una!
Conceição Bernardino
25-02-07
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com